Distritos Turísticos: o futuro do Brasil turístico?

Um artigo recente no site BrasilTuris, de 11 de junho, veio lembrar o tempo que o Brasil está perdendo para proceder à criação de distritos turísticos. A cidade de Palmas, capital de Tocantins, está tentando se recuperar do tempo perdido e aposta nesse formato para fomentar seu desenvolvimento.

O que é um distrito turístico?

O conceito foi desenvolvido nos Estados Unidos, no final da década de 1980. Uma área de uma cidade ou município é declarada como área de turismo, se dedicando à criação de motivos que atraiam as pessoas (parques temáticos, etc.) e infraestruturas de suporte (hotéis, restaurantes, etc.). Em menos de 30 anos foram criados cerca de 150 distritos turísticos por todos os Estados Unidos.

O investimento é feito através de parceria público-privada e o aumento de renda é quase certo, tendo variado, segundo um estudo citado pelo BrasilTuris, entre os 21% e os 633%.

A iniciativa de Palmas

O conceito não tem equivalente legal no Brasil, sendo que as Estâncias Turísticas de São Paulo não têm qualquer comparação. Mas a prefeita de Palmas veio apresentar um projeto inovador ao Ministério do Turismo, que poderá virar o primeiro Distrito Turístico da América Latina e lançar o modelo para nova legislação. Uma área de 10 milhões de metros quadrados, a norte da cidade, poderá receber os estabelecimentos.

Até poderia acontecer que o Distrito Turístico de Palmas fosse o local escolhido para receber o cassino do Tocantins – isto caso o Projeto de Lei do Senado 186/2014, do senador Ciro Nogueira, que prevê a liberação dos jogos de azar, venha a ser aprovado.

Apoio do ministro Vinicius Lummertz

O ministro do Turismo comparou o projeto a Cancún, no México, e acredita que não faltará orçamento da Fazenda para apoiar, através do programa Prodetur + Turismo.

No mais, tem outros municípios brasileiros tentando se candidatar aos R$5 bilhões que o Governo Federal está reservando. São os casos de Penha (SC), Corumbá (MS) e João Pessoa (PB).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *